Um Veterano De 97 Anos Recebe Um Presente Inacreditável Da Equipe De Um Restaurante

Os funcionários de uma das unidades da Arby’s, tradicional rede de fast food dos Estados Unidos, atendiam um cliente todos os dias. Este homem de 97 anos pedia exatamente a mesma refeição diariamente há anos, e ninguém entendia por quê.

Quando a gerente descobriu seus motivos, ela trabalhou com a comunidade de Chandler, Arizona, para facilitar a vida dele. Aqui está o que alguns funcionários fizeram para mudar a vida de um idoso para sempre. Você vai se emocionar com esta história!

Um restaurante no Arizona tinha um cliente peculiar

A maioria das pessoas tem um restaurante favorito. Para um idoso de 97 anos, era uma Arby’s em Chandler, no Arizona. Ele ia até o local almoçar todos os dias e pedia sempre a mesma refeição. Este homem visitava a rede americana de sanduíches com tanta frequência que todos os membros da equipe já o conheciam pelo nome.

The Arby's in Chandler, Arizona is pictured from the front.
YouTube/ABC15 Arizona
YouTube/ABC15 Arizona

Mas ninguém o via com tanta frequência quanto a gerente, Christina Gamage, que sempre quis saber o motivo do idoso ter escolhido aquele restaurante em particular para visitar diariamente. Ele já frequentava o lugar há anos e, embora fosse bastante simpático com todos, nunca tinha revelado detalhes sobre a sua vida.

Ele sempre pedia a mesma refeição

Gamage começou a trabalhar como gerente da Arby’s em 2015. Pouco depois, ela notou que um homem idoso com um andador passou a frequentar o local. Todos os dias, ele entrava no restaurante na hora do almoço e pedia a mesma refeição. Havia também uma mesa específica que ele gostava de usar.

Christina Gamage, the manager of the Arby's in Chandler, is interviewed by ABC 15.
YouTube/ABC15 Arizona
YouTube/ABC15 Arizona

Aquela não era a única loja da rede de fast food em Chandler. Então, por causa de seu andador, Gamage presumiu que o homem simplesmente havia escolhido a Arby’s mais próxima dele. Mas por que ele comida todos os dias no mesmo restaurante?

Os funcionários o chamavam de Sr. Doug

Dois anos se passaram desde que o homem começou a visitar a Arby’s diariamente e todos os funcionários já o conheciam. Seu nome era Doug Parker, embora todos o conhecessem como “Sr. Doug”. Por conta de seu problema físico, o senhor recebia uma atenção especial da equipe. Todos sempre se preocuparam com sua segurança e conforto.

Mr. Doug eats his usual meal as his usual table at Arby's.
@FOX10Phoenix/Twitter
@FOX10Phoenix/Twitter

“Ele entra com um andador, assim que o vemos chegar à loja, tentamos agarrar as portas para ele”, disse a gerente da unidade, Christina Gamage, em entrevista à “FOX10”. Os funcionários também o levavam à sua mesa – a mesma todos os dias, é claro.

Sr. Doug viveu tempos difíceis

O Sr. Doug apareceu logo depois que Gamage começou a trabalhar na unidade. Como gerente, Christina sentia que era seu dever fazer amizade com os frequentadores. Ela também estava curiosa para saber quem realmente era aquele homem que frequentava a loja todo santo dia na hora do almoço.

A close-up video shows Doug Parker's face while sitting at Arby's.
YouTube/azfamily powered by 3TV & CBS5AZ
YouTube/azfamily powered by 3TV & CBS5AZ

Ao longo dos anos, ela descobriu algumas coisas sobre ele. O senhor revelou a ela que era um veterano condecorado da Segunda Guerra Mundial e morava em uma casa de repouso na mesma rua. “Ele passou por muita coisa sendo um veterano, estando agora em uma casa de repouso”, disse Gamage. “Mas ele não tem família”, completou. O Sr. Doug claramente passou por momentos difíceis.

Logo, ele se tornou parte da família

O Sr. Doug era muito gentil com todos os funcionários e outros clientes do restaurante. As pessoas até ansiavam por sua chegada. “Tentamos ir além por ele porque ele precisa de amor extra”, disse Gamage. Os funcionários da Arby’s já consideravam o Sr. Doug como parte de sua família.

Two Arby's employees talk to Mr. Doug as he eats lunch.
YouTube/azfamily powered by 3TV & CBS5AZ
YouTube/azfamily powered by 3TV & CBS5AZ

Apesar das conversas diárias, a equipe ainda tinha curiosidade para saber mais sobre o idoso. Eles queriam saber principalmente o motivo do Sr. Doug visitar o mesmo restaurante todos os dias. E por que ele pedia sempre o mesmo sanduíche?

Mas por que ele sempre pedia a mesma coisa?

Gamage já sabia de cor o pedido do Sr. Doug: “Um rosbife com queijo suíço derretido… e uma Coca-Cola sem gelo.” E ela não era a única. Todos os funcionários memorizaram o pedido do Sr. Doug depois de algum tempo. Afinal, ele já frequentava o restaurante há dois anos e sempre pedia a mesma refeição!

Gamage works the cash register at Arby's.
YouTube/ABC15 Arizona
YouTube/ABC15 Arizona

Embora os funcionários gostassem da presença do Sr. Doug, eles se questionavam sobre o motivo de ele estar ali diariamente. Certamente não era apenas por causa do serviço atencioso. Depois de quase dois anos e meio, Gamage finalmente teve coragem de perguntar a ele.

Sua resposta foi inesperada

Certo dia, enquanto o Sr. Doug estava sentado em sua mesa habitual, Gamage fez questão de levar seu pedido. Depois que a gerente deu a ele sua refeição favorita, ela logo perguntou: “Ei, Sr. Doug. Só queremos saber o que o faz voltar a este local todos os dias?”

A photo shows Mr. Doug looking pensive in Arby's.
YouTube/ABC15 Arizona
YouTube/ABC15 Arizona

A resposta de Doug deixou todos os funcionários surpresos. “Este é o único lugar onde posso comer um sanduíche ou qualquer outra coisa que não machuque meu estômago”, disse. Esta foi a primeira vez que eles souberam que o veterano tinha um problema no estômago. A equipe não esperava por essa resposta.

Mr. Doug só podia comer naquele restaurante

“Ele tem um problema estomacal, infelizmente é a única coisa que consegue comer”, explicou o diretor geral Travis Coye. Infelizmente, esse distúrbio limitava o que Doug podia comer. O sanduíche da Arby’s era a única coisa que o ajudava a se sentir bem e, sem família para ajudá-lo, ele tinha que ir comprar pessoalmente.

Gamage speaks to one of her coworkers while preparing food.
YouTube/ABC15 Arizona
YouTube/ABC15 Arizona

A notícia se espalhou rapidamente entre os funcionários – que o Sr. Doug não estava comendo seu pedido porque era sua refeição favorita, mas por necessidade. Toda a equipe sentiu uma empatia muito forte por ele.

Os funcionários decidiram ajudar

Como a equipe da Arby’s sabia que Doug não tinha família, eles decidiram ajudá-lo. “Ele nos expressou várias vezes que somos como sua família, e nós sentimos isso também”, disse Coye. Mas o que eles poderiam fazer para tornar sua vida mais fácil?

Travis Coye, the general manager at Arby's in Chandler, speaks during an interview.
YouTube/azfamily powered by 3TV & CBS5AZ
YouTube/azfamily powered by 3TV & CBS5AZ

Os funcionários então se reuniram para discutir as possibilidades e decidiram fazer uma doação em dinheiro para o Sr. Doug. Foi um verdadeiro esforço da comunidade, mas acabaria valendo a pena para todos.

Um trabalhador adicionou algo suspeito no pedido do idoso

Em dezembro de 2018, um cliente chamado Daniel Moloney estava comendo na Arby’s de Queen Creek com sua mãe. Enquanto observava os funcionários, ele notou que um deles deixou cair um cartão vermelho dentro de uma sacola de comida.

GettyImages-1315087818
Lauren A. Little/MediaNews Group/Reading Eagle via Getty Images
Lauren A. Little/MediaNews Group/Reading Eagle via Getty Images

Moloney também percebeu que o funcionário olhava especificamente para o Sr. Doug enquanto colocava o objeto suspeito junto ao pedido. Mas o que ele estava fazendo? Certamente nada prejudicial, certo?

O que eles estavam fazendo?

Atordoado, Moloney pegou seu telefone, pronto para documentar o que quer que o funcionário tivesse deixado cair naquela refeição. Eles estavam sabotando a refeição de um cliente? Mas mal sabia Moloney que tudo isso fazia parte de um plano organizado por toda a equipe.

An Arby's bag is seen in the kitchen.
YouTube/ABC15 Arizona
YouTube/ABC15 Arizona

O cartão vermelho era na verdade uma doação. Por isso, toda a equipe da Arby’s observava Doug com expectativa. Como ele reagiria a esse presente surpresa?

Mas tudo isso era parte da surpresa

Depois de jogar o envelope vermelho na sacola, o funcionário entregou o pedido para uma colega, que era ninguém menos que a gerente Christina Gamage, para que ela pudesse entregar a refeição ao Sr. Doug pessoalmente.

Travis Coye is seen at Mr. Doug's table from a distance.
YouTube/ABC15 Arizona
YouTube/ABC15 Arizona

O Sr. Doug estava desembrulhando sua refeição habitual quando notou o cartão. Surpreso, ele o tirou e o examinou. Embora Moloney não pudesse ver o que era o cartão, ele viu Doug abrir um sorriso no momento em que o abriu.

Os funcionários deram a Doug um presente extremamente generoso

Acontece que a equipe da Arby’s deu ao Sr. Doug um vale-presente de $ 200 para ele usar no restaurante. Todos os funcionários haviam contribuído com dinheiro para o vale-presente, que cobriria algumas semanas de refeições.

Two Arby's employees sit with Mr. Doug to give him a $200 gift card.
YouTube/azfamily powered by 3TV & CBS5AZ
YouTube/azfamily powered by 3TV & CBS5AZ

“Nós realmente gostamos de você aqui e queremos que você volte sempre”, disse Gamage ao Sr. Doug assim que ele abriu o cartão-presente. Espectadores como Maloney ficaram chocados com a atitude da equipe. Aquela era com certeza uma cena rara.

A reação do Sr. Doug foi impagável

Quando Doug recebeu o vale-presente de $ 200, ele ficou emocionado. “Ele ficou chocado”, lembrou Gamage. “[Ele] quase não tinha nada a dizer”, completou.

Mr. Doug smiles at the camera.
YouTube/ABC15 Arizona
YouTube/ABC15 Arizona

Embora as palavras não pudessem expressar como Doug se sentia, ele ainda tinha uma piada para aliviar o clima. “Nunca sei se estarei aqui no dia seguinte, mas muito obrigado por isso”, disse o veterano. Isso resume o tipo de homem que o Sr. Doug é: um pé no chão, bem-humorado e gentil.

Mas espere – havia mais no presente

Acredite ou não, o vale-presente era apenas uma parte da surpresa. Os funcionários da Arby’s também deram ao Sr. Doug seus números de telefone pessoais. Eles até se ofereceram para entregar o almoço para ele na casa de repouso caso fosse necessário.

Gamage smiles with Mr. Doug while they take a picture together.
YouTube/ABC15 Arizona
YouTube/ABC15 Arizona

Se o Sr. Doug adoecesse, ou não pudesse ir ao restaurante por qualquer motivo, os funcionários lhe levariam sua refeição favorita. Dessa forma, Doug não teria que comer nada que pudesse incomodar seu estômago. O pessoal estava realmente indo além.

Sem o conhecimento dos funcionários, a ação foi compartilhada

O cliente Daniel Moloney fez questão de registrar a entrega do cartão com a câmera de seu celular. Então, sem o conhecimento dos funcionários, ele postou a foto no Facebook contando o que havia testemunhado.

Travis Coye welcomes guests into the Arby's in Chandler, AZ.
YouTube/Viral Stories
YouTube/Viral Stories

Para ser claro, a equipe não pediu a Moloney para documentar o presente de Natal antecipado de Doug. Ele postou porque ficou comovido com a generosidade dos funcionários. No entanto, ninguém esperava que a história se tornasse viral.

O cliente compartilhou o presente do Sr. Doug no Facebook

A postagem de Moloney no Facebook garantiu que a equipe caridosa da Arby’s não passasse despercebida. “Este é um daqueles momentos que fazem você se sentir feliz por estar vivo”, escreveu Moloney, juntamente com um resumo sobre o presente de Doug.

97-Year-Old Doug Parker talks to a news station in his local Arby's.
YouTube/Viral Stories
YouTube/Viral Stories

“Existem tantas pessoas boas no mundo”, continuou Moloney. “Esses funcionários colocaram seu próprio dinheiro para que um homem idoso pudesse entrar e almoçar sem usar o dinheiro de sua aposentadoria.”

E a história rapidamente se tornou viral

A postagem de Doug Moloney no Facebook, agora excluída, se tornou viral. Outras contas que compartilharam a história obtiveram mais de 12.000 curtidas e mais de 8.300 compartilhamentos. Os usuários elogiaram a equipe da Arby’s e agradeceram ao Sr. Doug por seus serviços.

Employees work at an Arby's in Chandler, AZ.
YouTube/azfamily powered by 3TV & CBS5AZ
YouTube/azfamily powered by 3TV & CBS5AZ

“Obrigado, Doug, por seu serviço e obrigado aos funcionários, à administração e à empresa por sua generosidade”, escreveu uma usuária chamada Carol Ann Muzik. “É tão bom ver que existem pessoas boas e atenciosas neste mundo louco em que vivemos agora!”

Então, a história ganhou as manchetes nacionais

Não demorou muito para que a história chegasse às manchetes nacionais. A “FOX 10” rapidamente visitou a Arby’s em Chandler. Lá, eles entrevistaram a equipe e receberam o relato completo. A partir daí, a história decolou.

CBS reporter Jason Berry relays Mr. Doug's story in the Chandler Arby's.
YouTube/azfamily powered by 3TV & CBS5AZ
YouTube/azfamily powered by 3TV & CBS5AZ

A comunidade Chandler foi particularmente impactada. Todos estavam emocionados pelo fato do restaurante local ter ajudado um de seus veteranos sem esperar nada em troca. Sem que a equipe pudesse imaginar, isso resultaria em presentes ainda mais generosos para Doug no futuro.

Arby’s Corporate queria se envolver

Quando a história de Doug chegou às manchetes nacionais, também chegou ao mundo corporativo. Inicialmente, o presente de Doug não tinha nada a ver com corporativo; foi planejado e organizado pela equipe local. Mas depois de ouvir a notícia, a empresa decidiu ir além.

A sign for Arby's drive-thru is seen in front of skyscrapers.
Smith Collection/Gado/Getty Images
Smith Collection/Gado/Getty Images

A sede da Arby’s, localizada em Atlanta, Geórgia, agradeceu a generosidade de seus funcionários. Eles então decidiram estender o presente de Doug. Acredite ou não, a história de Doug estava prestes a se tornar ainda mais emocionante.

A empresa propôs um presente ainda melhor

Embora o Sr. Doug já estivesse bastante satisfeito com o vale-presente de $ 200, os funcionários da Arby’s achavam que ele merecia mais. Eles acreditavam que Doug deveria receber refeições gratuitas por toda a vida, para que pudesse continuar comendo sem irritar seu estômago.

GettyImages-963611786
Rich Fury/Getty Images
Rich Fury/Getty Images

Obviamente, a empresa não poderia aprovar isso sem a permissão do restaurante local. Refeições gratuitas diárias custariam muito dinheiro à loja – cerca de algumas centenas de dólares por semana. A loja poderia se dar ao luxo de fazer uma coisa dessas?

O Sr. Doug recebeu refeições gratuitas para toda a vida

Felizmente para Doug, a Arby’s de Chandler adorou a ideia de oferecer almoços gratuitos ao veterano. “Vamos dar a ele Arby’s vitalício”, disse Gamage à “ABC News”. “Eu não tenho problema com isso”, completou a gerente.

Gamage smiles while talking to the news about Mr. Doug.
YouTube/ABC15 Arizona
YouTube/ABC15 Arizona

Se os funcionários pudessem pagar todas as refeições de Doug, eles teriam feito isso. Mas eles precisavam da permissão da empresa para fazer isso. Agora que a tinham, os funcionários poderiam dar a Doug outra surpresa – uma que ele não esperaria nem em seus sonhos mais loucos.

A segunda surpresa foi ainda melhor

Logo depois que Doug recebeu seu vale-presente de $ 200, a equipe do Arby’s lhe deu uma segunda surpresa. Eles disseram a ele que, assim que seu vale-presente acabasse, todas as outras refeições seriam gratuitas. Ele estava livre de problemas estomacais para o resto da vida.

Mr. Doug and Travis Coye take a selfie together.
YouTube/ABC15 Arizona
YouTube/ABC15 Arizona

Assim como antes, Doug ficou encantado. Embora sua reação não tenha sido capturada no telefone de um cliente, ele revelou o quão importante era em entrevistas. Ele se sentiu tão tocado pela equipe quanto a equipe por ele.

Doug considerava a equipe como sua nova família

Durante uma entrevista à “ABC News”, o Sr. Doug explicou que a equipe do restaurante era sua nova família. “Qualquer coisa que eu preciso, eles me dão”, disse ele. A atenção redobrada e o cuidado da equipe não passaram despercebidos.

Mr. Doug speaks to a news interviewer.
YouTube/azfamily powered by 3TV & CBS5AZ
YouTube/azfamily powered by 3TV & CBS5AZ

Ele estava grato e entusiasmado com o fato de todas as suas futuras refeições serem gratuitas. “É tão satisfatório”, disse ele sobre a atitude da empresa americana.

Por que a Arby’s faria isso?

Algumas pessoas estavam céticas sobre o envolvimento da rede de fast food. Um usuário do Facebook sugeriu que a Arby’s estava se aproveitando da boa ação de seus funcionários e da história de Doug para lucrar ainda mais. “A Arby’s ganhou mais dinheiro através dessa publicidade do que gastará para alimentá-lo toda a vida. Grande plano de negócios, escolher o cara mais velho da cidade, dar-lhe comida grátis para toda a vida e, em troca, receber publicidade maciça”, escreveu um usuário.

GettyImages-1315087823
Lauren A. Little/MediaNews Group/Reading Eagle via Getty Images
Lauren A. Little/MediaNews Group/Reading Eagle via Getty Images

Mas a Arby’s tinha uma motivação maior para investir nessa história. A empresa apoia veteranos de guerra há anos e oferece sanduíches de rosbife gratuitos para eles em todos os Veterans’ Day. Junto com isso, eles doam para outras instituições de caridade, como a No Kid Hungry.

Uma organização de veteranos reconheceu a equipe

Em maio de 2019, um grupo de veteranos decidiu reconhecer oficialmente os funcionários da Arby’s. Run for the Wall é um grupo de caridade que incentiva as pessoas a andar de motocicleta em rotas pré-planejadas com o objetivo de arrecadar dinheiro para os veteranos.

The Chandler Arby's receives a plaque from the veteran organization Run for the Wall.
YouTube/ABC15 Arizona
YouTube/ABC15 Arizona

As rotas geralmente terminam em cemitérios memoriais, onde os arrecadadores de fundos homenageiam aqueles que foram KIA (morto em combate) ou MIA (desaparecido em ação). Como um conhecido grupo de apoio a veteranos, o Run for the Wall ficou particularmente impressionado com a equipe da rede Arby’s, que não buscava fama ou reconhecimento.

A equipe estava orgulhosa de apoiar a causa

A Run for the Wall anunciou seu reconhecimento à equipe da Arby’s de Chandler, Arizona, por tratar o Sr. Doug como uma família. Gamage não poderia estar mais feliz. “Foi realmente uma honra, disse ela. “Existem tantas histórias incríveis sobre nossos veteranos, e agradeço a eles por tudo que fizeram por nós!”, concluiu.

A symbol for Run for the Wall says that veterans are not forgotten.
YouTube/ABC15 Arizona
YouTube/ABC15 Arizona

Os veteranos geralmente lidam com problemas de saúde e de adaptação à vida civil. Ao apoiar Doug, Gamage esperava que outras pessoas se sentissem inspiradas a ajudar outros veteranos.

Até um oftalmologista estendeu a mão para Doug

A Arby’s não foi a única a entrar em contato com Doug. Depois que a notícia se espalhou, um oftalmologista local decidiu ajudar também. Um dia, ele parou na Arby’s para falar com Doug.

An optician cleans a pair of glasses.
Rolf Vennenbernd/picture alliance via Getty Images
Rolf Vennenbernd/picture alliance via Getty Images

O médico ofereceu ao Sr. Doug um exame oftalmológico gratuito. Durante a consulta, ele percebeu que o grau dos óculos de Doug precisava ser ajustado. Ele então deu a Doug lentes novas para que o veterano não tivesse que forçar os olhos.

Mesmo durante a doença, a equipe do Arby’s ajudou

Na primavera de 2019, Doug não pôde ir a pé até o Arby’s devido a uma doença. A equipe cumpriu sua promessa. Todos os dias, um funcionário entregava sua refeição favorita na casa de repouso onde ele morava.

Mr. Doug eats at Arby's.
YouTube/azfamily powered by 3TV & CBS5AZ
YouTube/azfamily powered by 3TV & CBS5AZ

“No momento, ele não consegue chegar até nós”, disse Gamage à “ABC15”. “Assim, garantimos que ele ainda receba suas refeições de alguma forma.” A equipe provou que não era apenas uma promessa vazia. Mesmo quando ele não consegue ir ao restaurante, os funcionários fazem questão de atendê-lo da melhor forma possível.