Homem Faz Descoberta Incrível No Seu Quintal Depois De Ouvir Um Boato

Comprar uma casa é sempre um empreendimento emocionante. Quer seja a sua primeira ou a sua décima, há sempre algo emocionante na oportunidade de mudar o seu ambiente e de viver em outro local, nem que seja apenas durante algum tempo. Porém, estamos prestes a encontrar um homem que conseguiu mais do que esperava quando procurou uma vida tranquila em um novo lar em Tucson, Arizona. Leia sobre o incrível conto de um capitão do corpo de bombeiros que encontrou a surpresa de sua vida quando comprou sua casa.

Uma compra normal

01
Jeffrey Greenberg / UIG via Getty Images
Jeffrey Greenberg / UIG via Getty Images

John Sims não esperava nada de extraordinário quando comprou sua nova casa localizada em um bairro no centro de Tucson, Arizona, mas comprar a casa se transformou em um dos eventos mais surpreendentes de sua vida, graças a um boato perturbador sobre a casa e uma imensa curiosidade sobre ele. Supostamente havia algo enterrado no quintal, de acordo com o dono anterior da casa. John simplesmente não conseguia descansar sabendo que poderia haver um segredo enterrado em algum lugar lá fora, e ele partiu para encontrá-lo.

Entregando as chaves

02
YouTube / @ youshouldknow
YouTube / @ youshouldknow

A casa que John Sims comprou era propriedade de alguém que era seu amigo. John sentiu-se seguro em sua compra sabendo que este amigo já havia morado lá e que teria avisado se houvesse algo errado com a casa. Porém, depois que John fechou a compra, seu amigo disse algo inesperado. Ele disse a John que havia rumores estranhos sobre a casa, rumores que envolviam um mistério em torno de algo que supostamente havia sido enterrado no quintal anos antes.

E agora, o que vou fazer?

03
YouTube / @ youshouldknow
YouTube / @ youshouldknow

O amigo de John, antigo dono da casa que John acabara de comprar, havia lhe dito uma coisa excitante, mas assustadora, sobre a propriedade. Mas acontece que o amigo nunca investiu tempo para descobrir se os rumores eram verdadeiros. Quando John começou a desempacotar e as outras tarefas rotineiras que fazemos ao nos instalarmos em uma nova casa, ele não conseguia parar de pensar nas palavras de seu amigo. Ele só tinha que descobrir por si mesmo o que estava acontecendo em seu quintal.

O mistério agora era seu para descobrir

04
kelly bowden / Contributor / Getty
kelly bowden / Contributor / Getty

Agora que ficou obcecado com o indício de um mistério em torno de sua nova casa, John percebeu que teria que fazer o impossível para chegar ao fundo das coisas. Na verdade, ele ficou tão intrigado quando o amigo mencionou pela primeira vez o segredo da casa que, brincando, pediu uma pá emprestada. Logo ele perceberia que precisaria de muito mais equipamentos do que uma única pá. E apesar de John não ter ideia do que exatamente ele estava procurando, ele decidiu investigar.

Menor ideia de por onde começar

05
Twitter / @ TotoIlonggo
Twitter / @ TotoIlonggo

John pensava sobre o mistério envolto em seu quintal. O que poderia ser? Ele sabia que era possível que não houvesse nada além de rumor e que ele não encontraria nada. Mas ele também sabia que poderia acabar encontrando algo incrível. Não suportando mais a incerteza, John pensou no que faria em seguida. Ele poderia preencher os buracos e consertar seu gramado mais tarde. A tarefa em questão era mais importante do que a aparência do quintal. Então ele pegou uma pá e começou a cavar.

Uma ameaça quente

06
YouTube / @ youshouldknow
YouTube / @ youshouldknow

John estava tão determinado a chegar ao fundo desses rumores que estava disposto a superar muitas dificuldades. Tucson, no Arizona, fica quente no verão – como no Rio de Janeiro. Nesse tipo de clima fica perigoso para se trabalhar. Muitas pessoas teriam desistido neste momento, mas John continuou com sua missão. Com a pá na mão, ele cavou. E cavou. E esperava que esse trabalho duro valesse a pena.

Buracos pontilhavam seu quintal

Imgur / @ captantarctica
Imgur / @ captantarctica

John não tinha planos quando começou sua escavação. Ele apenas começou a cavar buraco após buraco em seu quintal. Depois que ele escavou quatro buracos diferentes, praticamente arruinando seu quintal, John ainda não havia encontrado nada. Ele começou a se preocupar que, se de fato houvesse algo para descobrir, poderia tê-lo destruído com sua escavação. A decepção chegou e John temporariamente desistiu de encontrar o mistério escondido de seu quintal.

Ideias

Reprodução/WikiMedia
Reprodução/WikiMedia

O desencorajamento temporário de John o levou a pensar em sua situação sob um olhar diferente. Ele teve uma nova ideia, que finalmente poderia ajudá-lo a localizar o misterioso tesouro de sua casa. Ele rastreou os registros municipais de Tucson e reviu página após página até localizar informações sobre sua própria casa. John foi recompensado em grande parte por toda essa pesquisa intensiva. Ele conseguiu mais algumas pistas sobre o que poderia estar escondido debaixo de seu gramado.

Novas pistas

Imgur / @ captantarctica
Imgur / @ captantarctica

Os registros municipais de Tucson forneceram a John algumas informações que ele já conhecia, como o ano em que sua casa foi construída, mas graças a um esboço nos documentos, John observou algo novo. De acordo com os registros, uma empresa chamada Whitaker Piscinas solicitou permissão para trabalhar na propriedade em 1961 – mais de 50 anos antes. Mas a casa de John não tinha piscina. Então, o que exatamente a empresa de piscinas fez lá em 1961? A resposta para essa pergunta surpreendeu a todos.

O mistério se aprofunda

Christian Charisius / picture alliance via Getty Images
Christian Charisius / picture alliance via Getty Images

Agora que ele tinha um esboço e informações mais detalhadas, John sabia que tinha que fazer sua exploração de uma maneira mais cuidadosa. Nada mais de escavações descuidadas com a pá baseada apenas nos seus instintos! Era hora de trabalhar sério. Então John contratou uma equipe de consultores, que chegou armada com todas as ferramentas adequadas, incluindo detectores de metal, esperando que eles chegassem ao fundo desse mistério de uma vez por todas.

Os detectores de metais encontrariam alguma coisa?

11
Pinterest / @ minelabmetaldetectors
Pinterest / @ minelabmetaldetectors

À medida que a busca se tornava mais certa e concentrada, John esperava descobrir se aqueles velhos e misteriosos rumores sobre sua nova casa eram verdadeiros. Porém, enquanto a equipe de consultores trabalhava em diferentes áreas de seu quintal, os detectores de metal permaneciam em silêncio. A tensão aumentou, pois parecia que os consultores retornariam de mãos abanando da sua busca. De repente, os detectores começaram a disparar. O som era música para os ouvidos de John.

Vários lugares para explorar

12
GoFundMe / @ John Sims
GoFundMe / @ John Sims

John ficou radiante ao ouvir os detectores de metal dos especialistas appitando no ar quente do Arizona. E, além disso, as máquinas localizaram não apenas um ponto de interesse, mas dois! Depois de marcar cuidadosamente os dois locais em seu quintal, John conseguiu descansar brevemente enquanto planejava o próximo passo de sua busca. Agora, os esforços de John seriam concentrados e ele não teria que gastar seus esforços ao acaso. Mal podia esperar para descobrir o que havia debaixo do seu quintal.

De volta às pás

Pinterest / @ jessicacirloganu
Pinterest / @ jessicacirloganu

John pegou sua pá e voltou para a e difícil tarefa de cavar. Desta vez, no entanto, ele sabia exatamente onde concentrar seus esforços. Já antecipando, ele começou a cavar os dois pontos que os detectores de metal haviam localizado.

Seu trabalho foi recompensado rapidamente no segundo site identificado pelos consultores. Não demorou muito para que ele sentisse que sua pá bateu em algo duro, e ele ouviu o raspar de metal contra metal. John estava tão perto de resolver seu mistério no quintal

Um metro pra baixo

YouTube / @ youshouldknow
YouTube / @ youshouldknow

John estava cavando cerca de um metro abaixo na terra quando sentiu a pá acertar um objeto de metal. Ele estava feliz por finalmente descobrir algo, mas começou a se preocupar que tivesse acertado uma fossa séptica. Não só uma fossa seria um achado decepcionante depois de todo esse tempo e trabalho, mas também significava que John tinha que ter cuidados extra. Danificar uma fossa ou quebrar um cano seria uma péssima notícia.

E não era uma fossa!

15
YouTube / @ freesoundeffects
YouTube / @ freesoundeffects

Ele continuou a cavar, com mais cuidado do que antes. Para o grande prazer de John, ele percebeu que o objeto que encontrara não era afinal uma fossa séptica. Não, foi algo muito, muito mais interessante que isso. Ele cautelosamente usou sua pá para desenterrar a estrutura. Não demoraria muito até que a descoberta de John estivesse aberta e pronta para inspecionar. Ficar antecipando isso fez o tempo passar rapidamente.

Mais perguntas para responder

YouTube / @ youshouldknow
YouTube / @ youshouldknow

John finalmente havia determinado que a coisa enterrada sob o quintal de sua nova casa não era uma fossa séptica, mas agora que havia desenterrado uma parte substancial da estrutura e podia examiná-la visualmente, parecia haver ainda mais perguntas a responder do que quando ele começou sua jornada. A forma que John desenterrara parecia ser algo parecido com uma entrada.

Mais perto de entrar

Imgur / @ captantarctica
Imgur / @ captantarctica

John ficou surpreso ao ver que seu quintal continha uma entrada ou portal de algum tipo, enterrado no fundo do solo. Ele estava tão perto de chegar a solução do mistério! Ele continuou a limpar a área e descobriu que a entrada tinha uma escotilha com tampa. Ele arrancou cuidadosamente a tampa, mas seu trabalho como capitão do corpo de bombeiros ensinou-lhe que ainda não era seguro para entrar.

Um longo dia de espera

YouTube / @ youshouldknow
YouTube / @ youshouldknow

Você pode imaginar como John ficou empolgado para finalmente conseguir algumas respostas sobre o segredo escondido de seu quintal, mas esperar mais um dia era necessário. Seu treinamento no corpo de bombeiros o ensinara sobre os perigos de espaços confinados. A área pode ser preenchida com mofo ou vapores tóxicos que podem ser muito prejudiciais para inalar. John também sabia que precisava ter várias pessoas ao redor quando finalmente entrasse, para ajudar caso a estrutura desmoronasse ou se ele ficasse preso de alguma forma.

A hora da verdade havia chegado

GoFundMe / @ John Sims
GoFundMe / @ John Sims

Depois de uma espera que deve ter parecido excruciante, finalmente chegou a hora de John entrar no espaço oculto além da escotilha. O momento da verdade havia chegado para esse explorador de quintal – ele iria saber o que exatamente estava lá embaixo. John desceu e olhou cautelosamente para o buraco emoldurado pela escotilha de metal. A visão que encontrou foi completamente inesperada!

E o que era?

Imgur/@captantarctica
Imgur/@captantarctica

Quando John olhou pela primeira vez através da escotilha, ficou completamente surpreso com o que viu. Parecia um arranjo de lâminas de metal afiadas. Qual seria o objetivo? Não demorou muito para que seus olhos se ajustassem e ele pudesse entender o que ele realmente estava olhando. As lâminas de metal aparentemente aleatórias eram na verdade parte de uma escada em espiral, levando ainda mais para dentro da terra sob sua propriedade.

Uma proposta arriscada

Imgur / @ captantarctica
Imgur / @ captantarctica

John poderia ter corrido pela escada em espiral que acabara de descobrir em seu quintal. Afinal, a verdade por trás do mistério estava tão próxima…, mas ele não fez. Era tão forte seu treinamento como capitão de bombeiros que seu bom senso o impediu de entrar no espaço subterrâneo que encontrara em sua propriedade. Havia muitos riscos envolvidos.

Satisfação adiada

Imgur / @ captantarctica
Imgur / @ captantarctica

Quais eram os riscos de simplesmente descer os degraus em espiral que levam à terra? Bem, para começar, a estrutura não era estável. Havia sido construída mais de 50 anos antes de John descobri-la, e ele não tinha idéia da condição em que poderia estar. E segundo, John sabia que seria melhor se houvesse pessoas com ele quando finalmente descesse a escotilha, pois poderiam ajudá-lo caso ficasse preso ou se a estrutura desmoronasse. Então ele reuniu uma equipe de amigos para ajudá-lo a tornar a estrutura segura para entrar. Ele tinha um plano.

Um bom plano

Imgur/@captantarctica
Imgur/@captantarctica

John estava explorando de forma segura com seu achado no quintal. Mesmo que ele estivesse cheio de emoções com a perspectiva de finalmente esclarecer o mistério, ele sabia que sua segurança era mais importante do que a gratificação imediata. Junto com seus amigos de confiança, John surgiu com uma estratégia para entrar no espaço subterrâneo com segurança. Seu planejamento e paciência logo iriam compensar de uma maneira muito grande e inesperada.

Preparando a passagem

24
YouTube / @ youshouldknow
YouTube / @ youshouldknow

John não tinha nenhuma ideia sobre as condições da estrutura, depois de ficar sem uso por décadas. Então ele sabia que ele e seus amigos precisavam reforçar toda a entrada e consertá-la se necessário. A escada em espiral que levava ao espaço subterrâneo também precisava de muita atenção. Os degraus de metal estavam quase completamente enferrujados e nada seguros para ficar em pé. Eles poderiam até entrar em colapso se alguém tentasse usá-los na condição atual. Independente desses atrasos necessários, John estava chegando perto da solução do mistério!

Sólido como uma rocha

Imgur / @ captantarctica
Imgur / @ captantarctica

John e seus amigos ampliaram e reforçaram a entrada ao redor das escadas com novos vergalhões e várias camadas de concreto. Para garantir a segurança dos participantes, essa etapa era absolutamente necessária. O risco de um colapso estrutural era grande demais. Curiosidade e excitação os mantinham animados à medida que despejavam camada após camada de concreto. E sua tarefa tornou-se ainda mais insuportável no calor do Arizona. Eles montaram uma barraca para a bloquear o sol e manter a temperatura mais baixa.

Faltavam ainda algumas tarefas

Imgur / @ captantarctica
Imgur / @ captantarctica

John é obviamente o tipo de pessoa que pensa no futuro. Ele sabia que, quando finalmente conseguisse entrar na misteriosa estrutura, ele precisava ser capaz de enxergar. Muitas pessoas simplesmente se apressariam com uma lanterna, mas não John, então ele instalou uma linha elétrica que permitiria que o espaço fosse iluminado. Ele e seus amigos também podiam usar ferramentas elétricas, se necessário, assim que estivesse completa.

Um pouco de ar fresco

YouTube / @ youshouldknow
YouTube / @ youshouldknow

O trabalho de John como bombeiro o tornou muito consciente do perigo oferecido por espaços apertados e fechados. Vazamentos de gás e mesmo mofo eram uma grande preocupação a respeito da estrutura de 50 anos de idade que ele estava prestes a adentrar. John e seus amigos colocaram um cano na entrada para canalizar ar fresco, tornando as coisas muito mais seguras quando finalmente conseguissem entrar. Já era quase hora de todos verem o segredo que há muito tempo estava escondido no quintal de John.

O último passo

28
Imgur / @ captantarctica
Imgur / @ captantarctica

Infelizmente, John e seus amigos não conseguiram reparar aquela escada enferrujada que precisava ser consertada lá debaixo. Era arriscado demais colocar algum peso nos degraus, já que ninguém sabia o quão resistentes eles poderiam ser. Então, como as pessoas desceriam com segurança? John teve a solução. Ele pegou uma escada alta e a colocou de modo seguro na entrada. Ele finalmente descobriria o que estava lá embaixo.

Fim da espera

29
YouTube / @ John Sims
YouTube / @ John Sims

Finalmente, John descobriu o segredo sobre o qual ouviu seu amigo falar. Ele estava obcecado em descobrir a verdade por trás do boato e tinha trabalhado muito duro para chegar a esse ponto. Ele estava prestes a descer a escada e entrar no buraco misterioso em seu quintal – a primeira pessoa em 50 anos a fazê-lo! Enquanto descia, sua imaginação corria solta. E o que ele estaria prestes a ver?

Chegando!

Pinterest / @ Dawoed Watanbacha
Pinterest / @ Dawoed Watanbacha

John desceu escada abaixo, degrau por degrau, enquanto isso sua excitação aumentava. Ele desceu da escada e foi finalmente recompensado por todo o seu trabalho duro. Ele ficou chocado ao saber que havia uma vasta sala debaixo de seu quintal! E estava em boa forma, completa com um piso sólido. Mas isso não foi tudo. De fato, havia todo um sistema de túneis formando um complexo lá embaixo!

Os rumores eram verdadeiros

YouTube/@John Sims
YouTube/@John Sims

YouTube / @ John Sims

O amigo de John, o antigo dono da casa que John comprou recentemente, contou-lhe sobre a existência de um segredo enterrado no subsolo do quintal. Por meio de pesquisas, John descobriu que a estrutura em questão havia sido construída por uma empresa chamada Whitaker Piscinas, mas essa área subterrânea claramente não era uma piscina. O ano em que foi construído, em 1961, foi uma grande pista para a finalidade pretendida da estrutura. E John sabia qual era esse propósito assim que pôs os olhos no ambiente.

Os anos cobraram seu preço

Imgur / @ captantarctica
Imgur / @ captantarctica

Embora a estrutura parecesse estar em boa forma, dada a sua idade, uma coisa mostraria a John que ele ainda tinha algum trabalho a fazer para tornar o espaço seguro. A pista estava no teto de fibra de vidro. Fibra de vidro pode ser extremamente tóxica se respirada, e é irritante para a pele. E a fibra de vidro do teto estava se desfazendo – nada bom, mas era algo que poderia ser consertado, felizmente. E John não estava pronto para desistir de sua nova descoberta depois de todo o trabalho que ele havia tido.

Uma relíquia da guerra fria

Pinterest/@arizonadailystar
Pinterest/@arizonadailystar

Pinterest / @ arizonadailystar

A estrutura abaixo da casa de John Sims, embora enorme, estava vazia de mobiliário ou decoração. Tornou-se óbvio imediatamente que o bunker subterrâneo foi construído como um abrigo nuclear. Muitas pessoas ficaram com medo, paranoicas, durante o período de hostilidades entre a União Soviética e os EUA, e construíram abrigos antiaéreos como resultado, mas por que uma empresa chamada Whitaker Piscinas construiria um bunker nuclear?

Retrabalho

34
YouTube / @ noahjoseph
YouTube / @ noahjoseph

Acontece que a Whitaker Piscinas havia respondido à demanda do consumidor durante a Guerra Fria e acrescentado abrigos antiaéreos à sua lista de serviços. Na verdade, isso era muito comum em todo o país. Como os construtores de piscinas perceberam que os abrigos antibombas não eram tão diferentes da construção de piscinas, muitos deles expandiram suas operações. Em 1961, uma empresa de Los Angeles chamada Catalina Piscinas havia construído 500 abrigos!

Uma oportunidade subterrânea

Imgur / @ captantarctica
Imgur / @ captantarctica

O que você faria se descobrisse que tinha um enorme labirinto de salas enterradas no seu próprio quintal? Como você usaria o espaço? Os amigos de John tinham algumas ideias divertidas para ele, incluindo um bar de charutos, adega ou “Clube do Bolinha “. Outras pessoas ao redor do mundo transformaram antigos bunkers em belas casas modernas, hotéis, galerias de arte e estúdios de gravação. Mas John tinha algo diferente em mente para o tesouro de seu quintal.

John chamou outros donos de abrigos antibombas

36
Imgur / @ captantarctica
Imgur / @ captantarctica

Depois de postar sobre seu abrigo antibombas online, John Sims descobriu que estava em boa companhia. Seu post no Reddit foi viral, e ele começou a se conectar com outras pessoas com abrigos de bombas no quintal. Seu interesse por esses abrigos e pela era da Guerra Fria cresceu. Na verdade, ele tem planos especiais para transformar seu próprio bunker histórico em um museu – o que significa que ele tem muito trabalho pela frente. Então, qual foi o próximo passo para John?

Tudo começou com uma página no GoFundMe

Imgur/@captantarctica
Imgur/@captantarctica

O próximo passo de John ao restaurar seu bunker à sua antiga glória foi a criação de uma página no site GoFundMe. Ele escreveu: “Olá, sou John e preciso de ajuda para restaurar um Abrigo de Fuga que descobri no meu quintal.” Ele estava procurando especificamente ajuda para a reconstrução da entrada do abrigo, uma vez que isso precisava ser feito antes que ele pudesse começar a fazer reparos e melhorias no andar de baixo. Ele elaborou: “a entrada precisa de um grande volume de concreto despejado para proteger a entrada e a escadaria circular de metal precisa ser substituída”. John estimou que o projeto custaria cerca de US$ 2.000.

Escada pronta!

GoFundMe / @ John Sims
GoFundMe / @ John Sims

Embora a campanha GoFundMe de John tenha sido amplamente compartilhada e ele tenha recebido várias centenas de dólares em doações, o objetivo de angariar US $ 2 mil para a reconstrução da escadaria acabou sendo insuficiente. Claro, isso não impediu John de prosseguir com seus planos! Ele até tirou uma folga do trabalho para trabalhar na importante escadaria. Depois de compartilhar uma série de atualizações sobre o projeto, John relatou que a área de entrada foi finalmente concluída: “As escadas estão acabadas! Agora é fácil e seguro entrar e sair. “Ele também postou uma foto das escadas concluídas, que são pintadas com um atraente tom de azul.

Agora que as escadas estão completas

GoFundMe / @ John Sims
GoFundMe / @ John Sims

Prontas a escadaria e a entrada, John compartilhou mais detalhes em sua página do GoFundMe. “Meus planos são limpar, repintar e transformá-lo em um abrigo muito legal e um Museu da Defesa Civil.” E ele continuou: “Depois que comecei este projeto, pesquisei sobre o período da Guerra Fria e como os temores levaram muitas pessoas a construir esses abrigos.” Descobrir esse bunker claramente causou um grande impacto na vida de John!

Recheando o abrigo com história

Imgur / @ captantarctica
Imgur / @ captantarctica

John já começou a colocar suprimentos e adereços para a parte do museu de seu abrigo de quintal. Ele diz que encontrou artefatos como barris de abastecimento de água, contadores Geiger, rádios e kits de saneamento para exibir. Retratado aqui estão alguns dos itens que John planeja exibir em seu museu. É impressionante que ele tenha conseguido pegar tantas peças antigas!