Fascinantes Figuras Históricas Que Temos a Sorte De Ter Fotos

Tenha em mente que a primeira fotografia, ou pelo menos a fotografia mais antiga sobrevivente, foi tirada em 1826 ou 1827 por Joseph Nicéphore Niépce. Assim, no grande esquema da história humana, só tivemos a capacidade de fotografar pessoas e eventos por um período de tempo minúsculo, o que nos deixa sem saber como realmente eram alguns dos indivíduos mais famosos da história. Felizmente, temos aqui fotografias de algumas figuras históricas.

Charles Darwin

Charles Darwin é um dos naturalistas mais célebres da história. Ele foi um dos primeiros a sugerir que todas as espécies descendem de ancestrais comuns.

Picture of Charles Darwin
Historical Picture Archive/CORBIS/Corbis via Getty Images
Historical Picture Archive/CORBIS/Corbis via Getty Images

Embora na época suas teorias tenham sido amplamente rejeitadas por colegas cientistas e instituições religiosas, hoje sua hipótese de evolução como resultado da seleção natural é considerada um dos fundamentos da ciência moderna. Ele publicou suas descobertas sobre a evolução em seu livro de 1859 A Origem das Espécies.

Annie Oakley

Phoebe Ann Mosey, conhecida como Annie Oakley, era uma atiradora de elite que se tornou uma sensação enquanto trabalhava no famoso show do Oeste Selvagem de Buffalo Bill. Oakley tornou-se habilidosa como atiradora ainda jovem, enquanto caçava para alimentar sua família.

Picture of Annie Oakley
White/Underwood Archives/Getty Images
White/Underwood Archives/Getty Images

Ela chamou a atenção do público quando ganhou um concurso de tiro de precisão aos 15 anos e se juntou ao show de Buffalo Bill em 1885. Logo, Annie Oakley se tornou a estrela do show e passou a receber mais do que qualquer um, exceto o próprio Bill.

Butch Cassidy

Robert LeRoy Parker, mais conhecido como Butch Cassidy, foi um notório ladrão de trens durante o Velho Oeste. Ele também era o líder de uma quadrilha conhecida como “Wild Bunch” e acabou sendo forçado a fugir do país com seu parceiro Alonzo Longbaugh, “Sundance Kid” e Etta Pace.

Picture of Butch Cassidy
Jonathan Blair/Corbis via Getty Images
Jonathan Blair/Corbis via Getty Images

Acredita-se que Cassidy e Sundance Kid foram mortos em um tiroteio com o exército boliviano em 1908. Hoje, Cassidy é considerado um ícone do Velho Oeste.

Harriet Beecher Stowe

Abolicionista e autora, Harriet Beecher Stowe é conhecida por escrever o agora icônico Uncle Tom’s Cabin (A Cabana do Pai Tomás, em português), que contribuiu para a abolição da escravatura nos Estados Unidos. Seu livro tornou-se conhecido internacionalmente e foi usado para inspirar outros a se levantarem contra a escravidão, especialmente no norte dos Estados Unidos.

Picture of Stowe
Universal History Archive/UIG/Getty Images
Universal History Archive/UIG/Getty Images

Em sua vida, Stowe escreveu 30 livros, muitos dos quais estavam profundamente envolvidos em questões sociais e sua posição sobre elas na época. Hoje, seus trabalhos são considerados altamente influentes.

Leo Tolstoy

Conde Lev Nikolayevich Tolstoy, comumente referido como Leo Tolstoy, foi um escritor russo durante o século 19 e início do século 20. Desde seus primeiros sucessos, ele tem sido considerado um dos maiores de todos os tempos.

Picture of Leo Tolstoy
Universal History Archive/Getty Images
Universal History Archive/Getty Images

Entre os anos de 1902 e 1906, foi indicado ao Prêmio Nobel de Literatura e ao Prêmio Nobel da Paz em 1901, 1902 e 1909. Algumas de suas obras mais notáveis incluem Anna Karenina, Guerra e Paz, A Morte de Ivan Ilitch, entre vários outros.

John Quincy Adams

Nascido em 11 de julho de 1767, John Quincy Adams era advogado, diplomata e estadista. Ele era o filho mais velho de John Adams, o segundo presidente dos Estados Unidos. Durante a carreira de Quincy Adam, ele foi membro do Senado dos EUA e da Câmara dos Representantes de Massachusetts, além de embaixador.

Picture of Adams
ullstein bild/ullstein bild via Getty Images
ullstein bild/ullstein bild via Getty Images

Em 1825, ele se tornou o sexto presidente dos Estados Unidos como membro do Partido Democrata-Republicano e na década de 1830 tornou-se associado ao Partido Whig.

Harriet Tubman

Intimamente associada à Underground Railroad, uma rede secreta de rotas e esconderijos estabelecida nos Estados Unidos, Harriet Tubman nasceu na escravidão, mas conseguiu conquistar a própria liberdade. Depois disso, ela passou a se dedicar ao combate da escravidão.

Picture of Harriet Tubman
Ann Ronan Pictures/Print Collector/Getty Images
Ann Ronan Pictures/Print Collector/Getty Images

Ela liderou pessoalmente 13 missões para resgatar mais de 70 outros escravos contando com uma rede de ativistas antiescravidão e abrigos. Além disso, durante a Guerra Civil Americana, Tubman continuou sua luta pela liberdade quando serviu como batedora do exército e espiã para o Exército da União.

Andrew Jackson

Andrew Jackson trabalhou como advogado de fronteira antes de se tornar membro do Senado dos EUA, da Câmara dos Deputados e juiz da Suprema Corte do Tennessee.

Picture of Andrew Jackson
Universal History Archive/Universal Images Group via Getty Images
Universal History Archive/Universal Images Group via Getty Images

Jackson também era um soldado de renome, liderando tropas na Guerra Creek, na Guerra de 1812 e na Primeira Guerra Seminole. Ele concorreu à presidência em 1824, mas acabou perdendo para John Quincy Adams. Depois de formar o partido Democrata, Jackson concorreu novamente em 1828, dessa vez vencendo.

Arthur Wellesley, 1º Duque de Wellington

Arthur Wellesley foi um importante líder político e militar na Grã-Bretanha durante o século XIX. Um soldado anglo-irlandês, ele serviu como primeiro-ministro do país duas vezes e é creditado por derrotar Napoleão na Batalha de Waterloo.

Picture of The Duke Of Wellington
RevelationAnimations/Reddit
RevelationAnimations/Reddit

Considerado um dos melhores estrategistas militares britânicos da história, ele conseguiu vencer várias batalhas contra forças superiores enquanto limitava as perdas de seus próprios homens. Sua vitória sobre Napoleão o levou a se tornar um herói nacional, e ele foi nomeado o primeiro duque de Wellington em 1814.

Vincent Van Gogh

Um artista do século 19, Vincent van Gogh foi um pintor pós-impressionista holandês conhecido por completar mais de 2.000 obras em apenas uma década. Considerado um dos pioneiros da arte moderna, sua obra passou relativamente despercebida em vida.

Picture of Vincent van Gogh
Forrest724/Reddit
Forrest724/Reddit

No entanto, após sua morte, ele ficou conhecido como uma das maiores influências da história da arte ocidental. Infelizmente, Vincent van Gogh sofria de depressão e teria tirado a própria vida, em 1890, aos 37 anos.

Frederick Douglass

Frederick Douglass foi um líder político e revolucionário durante o século XIX. Depois de conseguir escapar da escravidão em Maryland, ele se tornou um ativista antiescravidão, atuando como líder do movimento abolicionista em Massachusetts e Nova York.

Picture of Frederick Douglass
Universal History Archive/Universal Images Group via Getty Images
Universal History Archive/Universal Images Group via Getty Images

Seu intelecto e influência foram diretamente contra a crença de que os afro-americanos não tinham a capacidade de serem cidadãos americanos independentes, com muitos nortistas até surpresos por ele ter sido um escravo. Mais tarde em sua vida, ele se tornou o primeiro afro-americano a ser indicado para vice-presidente dos Estados Unidos.

Martin Van Buren

Martin Van Buren é creditado como um dos principais fundadores do Partido Democrata. Ao longo de sua carreira política, foi governador de Nova York, décimo secretário de Estado, oitavo vice-presidente e oitavo presidente dos Estados Unidos.

Picture of Martin Van Buren
Brady-Handy Studio/Library of Congress/Corbis/VCG via Getty Images
Brady-Handy Studio/Library of Congress/Corbis/VCG via Getty Images

Com o apoio de Andrew Jackson, Martin Van Buren venceu a eleição presidencial de 1836, embora tenha perdido sua reeleição em 1840 para William Henry Harrison. Van Buren concorreu à presidência pela última vez em 1848 sob o Partido Solo Livre.

Samuel Wilson

Tio Sam é um símbolo do governo dos Estados Unidos e da cultura americana que foi usado pela primeira vez durante a Guerra de 1812. Ele é normalmente visto como um homem com uma cartola, cabelos brancos e barba, junto com outras regalias relacionadas aos americanos.

Picture of Uncle Sam
Unknown/Wikipedia Commons
Unknown/Wikipedia Commons

Há rumores de que o personagem é baseado em um homem chamado Samuel Wilson, que trabalhou como empacotador de carne durante a Guerra de 1812. Seus barris continham as letras U.S. para os Estados Unidos, com algumas piadas de que significava “Tio Sam”.

Abraham Lincoln

O 16º presidente dos Estados Unidos, Abraham Lincoln começou sua carreira como advogado, legislador estadual de Illinois, congressista e líder do partido Whig. Depois que ele ganhou a presidência em 1860, os estados pró-escravidão começaram a se separar da União e a Guerra Civil começou.

Picture of Abraham Lincoln
CORBIS/Corbis via Getty Images
CORBIS/Corbis via Getty Images

Lincoln então liderou o país durante a Guerra Civil, preservando a União, até ser assassinado em 1865. Até hoje, ele é considerado um dos maiores presidentes dos Estados Unidos.

Helen Keller

Com pouco mais de um ano de idade, Helen Keller perdeu a visão e a audição devido a uma doença. Durante sua infância, ela conheceu sua professora e companheira ao longo da vida, Anne Sullivan, que a ensinou a ler, escrever e se comunicar usando a linguagem.

Picture of Helen Keller
Library of Congress/Corbis/VCG via Getty Images
Library of Congress/Corbis/VCG via Getty Images

Como uma jovem adulta, ela frequentou o Radcliffe College da Universidade de Harvard, tornando-se a primeira pessoa surdocega a obter um diploma de bacharel. Além de escrever 14 livros e inúmeros discursos e ensaios, ela também foi uma defensora dos direitos das mulheres, direitos trabalhistas e direitos das pessoas com deficiência.

Calamity Jane

Uma lenda do Velho Oeste, Calamity Jane, nascida Martha Jane Cannary, era uma mulher de fronteira e atiradora de elite, conhecida por ser próxima do lendário Wild Bill Hickock. A amizade deles resultaria em sua apresentação no show Wild West de Buffalo Bill.

Picture of Calamity Jane
Underwood Archives/Getty Images
Underwood Archives/Getty Images

No entanto, sua personalidade era considerada particularmente única, pois ela era conhecida por ser extremamente compassiva e, ao mesmo tempo, uma mulher rude. Seu nome está bem no topo com outras pessoas famosas do Velho Oeste.

George Armstrong Custer

George Armstrong Custer foi um oficial do Exército dos Estados Unidos que se formou em West Point como o último de sua classe em 1861. No entanto, durante a Guerra Civil Americana, ele provou ser um líder digno e foi promovido a general de brigada de voluntários na tenra idade de 23 anos.

Picture of George Custer
Photo12/Universal Images Group via Getty Images
Photo12/Universal Images Group via Getty Images

Depois de demonstrar seu valor na Guerra Civil, ele também participou das Guerras Indígenas nos Estados Unidos. Em 25 de junho de 1876, enquanto liderava o 7º Regimento de Cavalaria, ele junto com cinco companhias foram mortos por uma aliança de índios em Little Bighorn, fato que agora é conhecido como “Último Confronto de Custer”.

Pablo Picasso

Indiscutivelmente um dos pintores espanhóis mais famosos de todos os tempos, Pablo Picasso criou obras icônicas como The Old Guitarist, Guernica e Les Demoiselles d’Avignon. Foram mais de 13 mil quadros em seus 92 de vida. A primeira obra sobrevivente conhecida de Picasso é O Picador, pintada em 1889, quando ele tinha apenas 8 anos.

pablo-picasso.-23778
George Stroud/Getty Images
George Stroud/Getty Images

Além de pintor, Picasso também era um escultor, cenógrafo, dramaturgo, ceramista e gravurista muito talentoso. Ele é uma das figuras mais conhecidas da arte do século XX.

Rhoda Derry

Rhoda Derry foi considerada uma pessoa com problemas mentais durante a maior parte de sua vida, mas a história por trás de sua doença é o que mais atrai as pessoas. Rhoda estava namorando um jovem chamado Charles, mas a mãe de Charles não aprovava a relação.

Certo dia, a mãe de Charles disse a Rhoda que, se não deixasse o seu filho, lançaria um feitiço sobre ela. Rhoda tinha pavor de bruxas. Logo depois, aos 18 anos, Rhoda começou a apresentar sinais de doença mental que foram descritos como “loucura” na época. Ela foi internada aos 25 anos, descrita como “cega e insana” e passou o resto de sua vida adulta em instituições psiquiátricas e asilos.

Virgulino Ferreira da Silva

Herói ou vilão? Mais conhecido como Lampião, o Rei do Cangaço, Virgulino Ferreira da Silva é uma das figuras mais famosas da história brasileira. Suas façanhas o transformaram em um herói popular, principalmente na região nordeste do país.

lampiao
Wikimedia Commons
Wikimedia Commons

Por onde passou, Lampião fez ataques e saques, causando medo entre moradores, fazendeiros e coronéis. O cangaceiro esteve à frente de seu bando de 1922 a 1938, sendo morto em uma emboscada em Sergipe.