Conheça Os Empreendedores Brasileiros Que Acabaram Sem Nada

“Dinheiro na mão é vendaval”. “Dinheiro vai, dinheiro vem”, “Vem fácil, vai fácil” e “Pai rico, filho pobre” são alguns ditados populares que descrevem o que pode acontecer com grandes fortunas, às vezes tão grandes quanto o PIB de um estado. Conseguidas através de muito trabalho ou de muita sorte, se mal administradas podem sumir em muito pouco tempo, pela geração seguinte ou mesmo pelas próprias mãos do criador.

Acompanhe a seguir a história de grandes fortunas que se desfizeram com o tempo. Confira!

Emerson Fittipaldi

O piloto campeão da Fórmula 1 e da Fórmula Indy, venceu também por duas vezes as 500 Milhas de Indianápolis. Ele investiu em fazendas e empresas como a EF Marketing e Comunicação.

01
Manuel Velasquez/LatinContent/Getty Images
Manuel Velasquez/LatinContent/Getty Images

Em 2016 ficou pública a situação financeira precária do ex-corredor, com dívidas que somariam 27 milhões de Reais, por dívidas que teriam origens ainda na década de 1970 quando do projeto do carro Copersucar; em 2014 a justiça determinara o bloqueio de 390 mil Reais em 26 contas bancárias do campeão, mas nestas só 256,13 Reais foram encontrados e as fazendas de plantio de laranja deixaram de ser penhoradas por se encontrarem em estado de total abandono.