Câmeras a Bordo Do Titanic Capturaram Como Foram Os Últimos Dias

Quase todos conhecem a trágica história do naufrágio do maior navio “inafundável” do mundo. A lenda do RMS Titanic tem vivido em livros, televisão e, claro, no filme favorito de James Cameron. Os fatos e a história do Titanic também vivem em fotos a bordo do navio. A fotografia na época era cara e rara, mas qual o melhor lugar para ter um fotógrafo do que o primeiro transatlântico de luxo do mundo?

Das cabines de primeira classe adequadas para uma rainha a uma visão rara da vida nas salas das caldeiras, veja as fotos trágicas de como o Titanic se parece hoje, e depois entre no passado para ver como era a vida a bordo do RMS Titanic.

O Titanic que todos conhecemos

titanic-4-13253
Universal History Archive/UIG via Getty Images
Universal History Archive/UIG via Getty Images

O nome Titanic veio da mitologia grega e literalmente significava “gigantesco”. Esta foto deixa claro o tamanho do navio. O Titanic partiu em 10 de abril de 1912, com mais de 2000 pessoas a bordo.

A construção do navio havia sido bem divulgada. O preço de US$ 7.500.000 também ajudou a manter as pessoas falando sobre isso. O tamanho, as inovações técnicas e os recursos impressionantes a bordo do transatlântico fizeram com que todos no mundo se entusiasmassem.

A descoberta que despertou nossa curiosidade

titanic-1-28178
Xavier DESMIER/Gamma-Rapho via Getty Images
Xavier DESMIER/Gamma-Rapho via Getty Images

Infelizmente, o Titanic afundou em 1912 após colidir com um iceberg. Mas só na década de 1980 as pessoas foram capazes de mergulhar com sucesso e explorar os destroços. Esta foto tirada nos anos 90 mostra um navio se deteriorando lentamente. Serviu de inspiração para o diretor James Cameron produzir o sucesso de bilheteria “Titanic”.

As explorações do naufrágio pararam com os anos, mas em 2019, após 14 anos intocados, os mergulhadores voltaram ao Titanic para ver se ele ainda estava intacto.

Em seguida, veja como o Titanic está hoje e explore fotos raras daquela época!

Novas fotos revelam quanto o navio decaiu

titanic-2019-photos.jpg-85306
Instagram/lanoticiadigitaldo
Instagram/lanoticiadigitaldo

No final de agosto de 2019, uma equipe de exploradores internacionais de profundidade observou e documentou o processo de deterioração do Titanic. A equipe realizou cinco mergulhos organizados nos quais eles descobriram uma taxa chocante de decadência que afetava o navio icônico.

Em uma entrevista à “BBC”, o historiador do Titanic Parks Stephenson disse: “A cabine do capitão é uma das imagens favoritas dos entusiastas do Titanic, e agora desapareceu. A casa do convés daquele lado está colapsando, levando consigo os salões. E essa deterioração continuará avançando”.

Em seguida, algumas partes memoráveis do navio já desapareceram…

Voltando à Natureza

titanic-2019-photos-01.jpg-37079
Instagram/larepubblica
Instagram/larepubblica

Enquanto muitos se entristecem com a notícia do navio estar decaindo no fundo do oceano, o historiador do Titanic Parks Stephenson mostra outra visão: “O Titanic está voltando à natureza”. Essas fotos impressionantes mostram como o navio se parece hoje, que não é nada em comparação com a aparência de sua viagem inaugural.

Todos conhecemos a história romântica de Jack e Rose, mas como era realmente estar no navio? Estar a bordo do RMS Titanic era um luxo se você fosse de primeira classe, mas uma experiência horrível para a terceira classe. Continue lendo para ver como era a vida dos 325 passageiros de primeira classe, 284 de segunda classe e 709 de terceira classe.

Com o navio em decomposição, veja as raras fotos que em breve serão a única maneira de lembrar o Titanic

O navio tinha vendedores a bordo

2_try-36510
Liz Carlson/Pinterest
Liz Carlson/Pinterest

Aqui, uma irlandesa vende rendas a bordo de um convés de segunda classe. Não havia um protocolo no Titanic que dizia que sua bagagem não podia estar cheia de mercadorias para vender a bordo. Por isso, algumas pessoas compraram passagem para o Titanic como uma aposta. Era a chance de vender seus produtos para um grupo seleto.

Essa mulher provavelmente esperava que os lucros obtidos na viagem ajudassem a financiar uma nova vida para ela na América.

Capitão do Titanic antes do lançamento do navio

5_try-27432
Topical Press Agency/Getty
Topical Press Agency/Getty

Retratado aqui em junho de 1911, um ano antes do Titanic zarpar, estão o capitão Edward John Smith e Lord James Pirrie, presidente do estaleiro de Belfast. Smith serviu como capitão de muitos navios da White Star Line e se sentiu honrado em ser escolhido para a viagem inaugural do Titanic.

Smith estava dormindo em sua cabine quando o Titanic atingiu o iceberg. Embora ele tenha feito tudo que estava ao seu alcance para tirar as pessoas do navio, há relatos conflitantes de que ele se afogou ou cometeu suicídio com uma pistola.

Uma imagem rara de como eram as salas das caldeiras

1_try-77309
Thomas Schmid/Reddit
Thomas Schmid/Reddit

Aqui você pode ver como era a realidade para quem trabalhava nas caldeiras do Titanic. Manter o navio em movimento era um trabalho 24 horas por dia, 7 dias por semana, sujo e duro. Havia seis salas de caldeiras que continham 29 caldeiras. No total, 179 homens trabalhavam dia e noite para abastecer as caldeiras com 600 toneladas de carvão todos os dias.

Esses trabalhadores foram bem pagos, mas nenhum escapou. As salas das caldeiras foram algumas das primeiras a serem inundadas quando o navio atingiu um iceberg.

A escadaria icônica

titanic-5-61016
Bedford Lemere/English Heritage/Arcaid/Corbis via Getty Images
Bedford Lemere/English Heritage/Arcaid/Corbis via Getty Images

É compreensível que você pense que essa escada saiu diretamente do filme “Titanic”. A Grand Staircase era a principal comunicação entre plataformas para os passageiros de primeira classe e o ponto de entrada para inúmeras salas públicas. E por conta do filme, a escada se tornou uma das partes mais reconhecíveis do navio.

Essa parte da escada era usada apenas pelos passageiros de primeira classe, mas os passageiros de terceira classe também podiam ter uma visão rara dela. A escada tinha o objetivo de fazer as pessoas pararem e olharem, como os construtores pretendiam que fosse a “peça de resistência” do navio.

A música realmente nunca parou

titanic-7-29358
StrongJob/Reddit
StrongJob/Reddit

A velha lenda de que a banda não parou de tocar enquanto o RMS Titanic afundava é muito verdadeira. Saber que o desfecho triste desta história torna ainda mais horrível ver a banda tocando em uma noite normal nesta imagem.

Mal sabiam esses músicos que tocariam até o último suspiro em apenas alguns dias. A banda de oito membros era liderada por Wallace Hartley, e foi sua escolha tocar a noite toda para manter os passageiros calmos.

Continue lendo para ver como as crianças tentavam passar o tempo a bordo.

Sala de ginástica

titanic-6-71913-58168
Justsoinsane/Reddit
Justsoinsane/Reddit

Pode ser chocante ver que, entre os muitos outros recursos do Titanic, também havia um pequeno salão com equipamentos de ginástica. A sala incluía um camelo elétrico (uma máquina de exercício que imitava a marcha de um camelo), remo e máquinas de ciclismo. Não é de surpreender que apenas os passageiros de primeira classe pudessem usar a instalação inovadora.

A academia estava aberta para mulheres das 9h às 12h e para homens entre as 14h e as 18h. É uma coisa boa esse cara estar praticando suas habilidades de remo, porque pouco sabia, ele logo precisaria delas.

Eles tinham um espaço dedicado inteiramente aos jogos

titanic-13-61556
Bettmann/Contributor/Getty Images
Bettmann/Contributor/Getty Images

Muito do que muita gente sabe sobre o Titanic envolve entretenimento para adultos, mas e as crianças? 126 crianças estavam a bordo do Titanic e, infelizmente, 60 não sobreviveram ao naufrágio. A maioria delas estava na segunda e terceira classe.

Esse garotinho aqui vê o tempo passar jogando shuffleboard, esporte antigo mas pouco conhecido no Brasil, em um salão do navio. As crianças de primeira classe passavam o tempo no ginásio no turno da tarde.

Continue lendo para ver o luxo que os passageiros de primeira classe desfrutavam antes do desastre.

Um salão luxuoso de primeira classe

titanic-9-16155-91709
Universal Images Group/Getty Images
Universal Images Group/Getty Images

Aqui você pode ver o quão estranha e ornamentada era a decoração do salão da primeira classe. Localizado no convés A, esse salão social e para fumantes era um ponto de encontro para almoços, jogos de cartas e até negócios.

Hoje, um ingresso de primeira classe custaria US$ 1700, então é compreensível tanto luxo. O salão foi projetado para se parecer com o Palácio de Versalhes na França. Foi nesse salão que a banda começou a tocar suas notas finais.

Havia duas barbearias separadas a bordo

titanic-19-73427
RevolveLove/Reddit
RevolveLove/Reddit

O Titanic não ostentava uma, mas duas barbearias a bordo. Esses barbeiros geralmente forneciam aparas diárias para os pelos faciais dos homens. Um barbeiro era exclusivamente para passageiros de primeira classe, enquanto o outro barbeiro atendia os de segunda classe. Se você fosse de terceira classe, não teria chance de desfrutar desta mordomia.

A barbearia também era como uma loja de lembranças. Você pode ver bonecas, chapéus, fitas, bugigangas e tabaco pendurados nas paredes à venda.

Café Parisien era o local ideal para a hora do chá

titanic-12-66638
Universal Images Group/Getty Images
Universal Images Group/Getty Images

Havia também um lounge coberto para quem quisesse beber e socializar com os demais passageiros. O Café Parisien era amplo e tinha vista para o Oceano Atlântico. Foi o primeiro de seu tipo em um transatlântico. O Café era mais popular entre o público jovem de primeira classe.

O Café Parisien foi o primeiro restaurante desse tipo em um transatlântico e tinha em seu cardápio comidas como ostras, salmão, patinho assado e éclairs de baunilha.

Continue lendo para ver os dormitórios de cada classe.

Uma cabine de primeira classe era como um sonho

titanic-10-84269-54454
Somebody_women/Reddit
Somebody_women/Reddit

Esta imagem mostra como era a cabide de dormir da primeira classe. Um quarto melhor do que a maioria dos outros passageiros jamais poderia sonhar. Algumas cabines eram tão elite que ficavam conectadas por um deck privativo. Foram essas cabines ultraprivadas que foram recriadas para o filme “Titanic”.

As cabines de primeira classe estavam todas localizadas no convés B. Infelizmente, a maioria da tripulação e dos passageiros do convés B não conseguiram escapar do navio durante a tragédia.

As cabines de segunda classe eram confortáveis o suficiente

titanic-11-11649
SuzzB/Pinterest
SuzzB/Pinterest

Os beliches, banheiros privativos e uma área de estar nas cabines de segunda classe eram mais do que suficientes para muitos. Havia até cabines de segunda classe selecionadas que podiam funcionar como cabines de primeira classe, o que significava que eram mais luxuosas.

Muitas pessoas pensam que os passageiros da segunda classe tiveram muito mais chances de sobreviver do que os da terceira, mas a verdade é muitos também não escaparam da morte.

Cabines de Terceira Classe não eram convidativas

titanic-20-49602
Pinterest
Pinterest

As cabines de terceira classe eram mais como uma cela do que quartos de dormir. Elas ficavam localizadas no convés F e no convés G, que foram algumas das primeiras a inundar. Graças ao espaço apertado, a maioria dos passageiros da terceira classe passava mais tempo nas áreas comuns.

Mas o Titanic começou a afundar nas primeiras horas da madrugada, quando boa parte dos passageiros da terceira classe já havia ido para a cama, o que dificultou a fuga da maioria.

A área de jantar de terceira classe era mais como uma cafeteria

titanic-15-56019
Denise/Pinterest
Denise/Pinterest

A área de jantar da terceira classe não era tão convidativa como a reservada para a segunda e terceira classe. Parecia mais uma cafeteria. Ainda assim, os talheres e as mesas eram bem extravagantes, muito além do que os passageiros da terceira classe já haviam encontrado fora do navio.

Na sala de jantar, os passageiros da terceira classe recebiam refeições básicas como mingau, ensopado de legumes, batatas assadas e, ocasionalmente, carne assada.

O salão social de segunda classe era mais do que suficiente

titanic-16-75150-31233
George Rinhart/Corbis via Getty Images
George Rinhart/Corbis via Getty Images

Se você não soubesse, poderia pensar que este salão era destinado aos passageiros da primeira classe. Não, cadeiras estofadas, um teto luxuoso e talheres caros não eram o suficiente para a elite do Titanic. Muito parecido com o lounge da primeira classe, este salão foi decorado como o luxuoso Palácio de Versalhes, mas o designer deixou os acessórios mais sofisticados para a primeira classe.

Este salão social da segunda classe era onde muitos jogavam cartas, e alguns membros desonestos de terceira classe tentavam entrar sorrateiramente.

Os Decks sempre foram mantidos em forma impecável

titanic-14-68400
George Rinhart/Corbis via Getty Images
George Rinhart/Corbis via Getty Images

Havia quatro decks do convés A até o convés D que estavam acima da água e podiam ser desfrutados pelos passageiros. Todos os conveses eram mantidos em perfeitas condições pela tripulação, independentemente da classe que os habitava. Isso acontecia principalmente porque cada deck era dividido, ao invés de ter decks completos separados para cada classe.

Para o passageiro da terceira classe, a atenção aos detalhes, incluindo o convés da classe baixa, provavelmente fez a viagem do Titanic parecer um sonho.